Novidades

latest

Portugal

Portugal

Albânia

Albânia

Alemanha

Alemanha

Arménia

Arménia

Austrália

Austrália

Áustria

Áustria

Azerbaijão

Azerbaijão

Bielorrússia

Bielorrússia

Bélgica

Bélgica

Bulgária

Bulgária

Croácia

Croácia

Chipre

Chipre

Dinamarca

Dinamarca

Eslovénia

Eslovénia

Espanha

Espanha

Estónia

Estónia

Finlândia

Finlândia

França

França

Geórgia

Geórgia

Grécia

Grécia

Islândia

Islândia

Irlanda

Irlanda

Israel

Israel

Itália

Itália

Letónia

Letónia

Lituânia

Lituânia

Malta

Malta

Moldávia

Moldávia

Montenegro

Montenegro

Macedónia do Norte

Macedónia do Norte

Noruega

Noruega

Países Baixos

Países Baixos

Polónia

Polónia

República Checa

República Checa

Reino Unido

Reino Unido

Roménia

Roménia

São Marino

São Marino

Rússia

Rússia

Sérvia

Sérvia

Suécia

Suécia

Suíça

Suíça

Ucrânia

Ucrânia

VIDEO

vídeos

Crónicas

Crónica

Wishlist Festival da Canção

JESC 2022: Alemanha vai marcar presença

Sem comentários

A emissora juvenil da Alemanha confirmou que o país vai participar no Festival Eurovisão Júnior 2022.

A Kinderkanal ARD/ZDF (KiKA), emissora pública da Alemanha, confirmou que a Alemanha se vai fazer representar na edição deste ano do Festival Eurovisão da Canção Júnior (JESC). No entanto, a emissora não adiantou quaisquer pormenores em relação ao método de seleção.

A Alemanha estreou-se no Festival Eurovisão da Canção Júnior em 2020, tendo obtido o seu melhor resultado em 2021. Nesse ano, Pauline, com o tema "Imagine Us", conquistou 84 pontos, tendo terminado na 17.ª posição.

Reveja "Imagine Us":


Fonte: Eurovoix/Imagem e Vídeo: Junioreurovision.tv

ESC 2023: emissora ucraniana e EBU discutem organização do Festival a 20 de maio

Sem comentários

A emissora pública ucraniana e a EBU vão debater sobre a organização do Festival Eurovisão 2023 a partir desta sexta-feira.

Mykola Chernotytskyi, Presidente do Conselho da Suspilne, emissora estatal da Ucrânia, revelou, em conferência de imprensa, que as discussões com a European Broadcasting Union (EBU) sobre a realização, ou não, do Festival Eurovisão da Canção (ESC) 2023 na Ucrânia começam na próxima sexta-feira (20 de maio).

A emissora já está na posse da documentação da EBU, pelo que as próximas reuniões deverão abordar questões de segurança e de infraestruturas, e ainda assuntos de cariz financeiro. Recorde-se que Mykola Chernotytskyi já havia declarado o desejo de sediar o ESC 2023 numa "Ucrânia pacífica", mas que tal será um desafio.

As emissoras de Espanha, da Polónia e da Itália já revelaram publicamente que estão disponíveis para acolher a Eurovisão 2023, caso a Ucrânia não tenho condições para o fazer; já as emissoras dos Países Baixos, AVROTROS e NPO, afirmaram estar disponíveis para auxiliar a emissora ucraniana no que for necessário. A cidade de Estocolmo também manifestou interesse, contudo a emissora sueca não se pronunciou sobre o assunto.

Fontes: Eurovoix e Eurovisionfun/Imagem: Eurovision.tv

ESC 2023: Países Baixos vão marcar presença

Sem comentários

A emissora AVROTROS, dos Países Baixos, confirmou a participação do país na Eurovisão 2023, abrindo a janela para submissão de temas.

A emissora pública neerlandesa AVROTROS deu início ao processo de seleção para a 67.ª edição do Festival Eurovisão da Canção (ESC), tendo aberto, até ao dia 31 de agosto, a janela para submissão de canções. O representante dos Países Baixos será selecionado por um comité especializado, à semelhança do que acontece desde 2014.

Os Países Baixos participaram pela primeira vez no Festival em 1956, sendo um dos países fundadores do Festival Eurovisão da Canção. O país detém atualmente cinco vitórias (1957, 1959, 1969, 1975 e 2019). Em 2022, o país foi representado por S10 e "De Diepte", tendo ficado em 11.º lugar, com 171 pontos.

Reveja "De Diepte":


Fonte: Eurovoix/Imagem e Vídeo: Eurovision.tv

ESC 2023: Finlândia confirma participação

Sem comentários

O chefe da delegação da Finlândia confirmou a presença do país na Eurovisão 2023 e o UMK como método de seleção.

Anssi Autio, chefe da delegação da Finlândia, anunciou que o país se vai fazer representar na edição de 2023 do Festival Eurovisão da Canção (ESC), revelando ainda que o Uuden Musiikin Kilpailu (UMK) será utilizado, uma vez mais, como método de seletiva para o certame.

"A reputação e a popularidade da Eurovisão e do UMK entre o público e os artistas aumentam de ano para ano, e a nossa próxima edição será maior do que nunca. Se estiverem interessados em enviar uma canção, comecem a escrevê-la agora mesmo!", afirmou Anssi Autio.

A Finlândia estreou-se no Festival Eurovisão da Canção em 1961 e já ganhou uma vez: em 2006, com Lordi e a canção "Hard Rock Hallellujah". Em 2022, o país foi representado pelo grupo The Rasmus, com o tema "Jezebel", tendo alcançado o 21.º lugar, com 38 pontos, na Final.

Recorde "Jezebel":


Fonte: Eurovisionfun/Imagem e Vídeo: Eurovision.tv

ESC 2022: EBU detetou irregularidades na votação de 6 países

Sem comentários

A EBU revelou ter detetado irregularidades na votação da segunda semifinal do Festival Eurovisão 2022.

A European Broadcasting Union (EBU), revelou, em comunicado, que foram detetadas irregularidades nas pontuações do júri de seis países da segunda semifinal do Festival Eurovisão da Canção (ESC) 2022. O organismo máximo de radiofusão não entrou em pormenores em relação a quais foram as irregularidades e se afetaram, ou não, os resultados da semifinal em causa.

De acordo com a EBU, os votos dos seis países foram recalculados "com base nos resultados de outros países com um histórico de votações semelhantes". "A EBU leva extremamente a sério as tentativas de manipulação dos votos no Festival Eurovisão da Canção e tem o direito de eliminá-los, como as regras ditam, independentemente de tais votos poderem ou não influenciar os resultados", concluiu no comunicado.

Geórgia, Roménia, Montenegro e Azerbaijão são quatro dos seis países afetados e já demonstraram a sua indignação face ao comunicado da EBU, pedindo esclarecimentos sobre o porque dos votos dos seus painéis de jurados não terem sido considerados. Segundo relata o site Eurovisionfun, Geórgia, Azerbaijão e Montenegro recusaram-se a entrar em direto na Grande Final e a revelar a votação do respetivo júri.

Fontes: RTP, Eurovisionfun e Eurovoix/Imagem: Internet Explorer Channel Network

Portugal: 1 milhão e 29 mil espectadores acompanharam a final da Eurovisão 2022 na RTP

Sem comentários

Uma média de cerca de 1 milhão e 29 mil telespectadores esteve sintonizada na RTP durante a noite de ontem, para assistir à grande final da Eurovisão 2022, que colocou MARO na 9.ª posição, e a Ucrânia na vitória. O canal público venceu o dia, e bateu as privadas.


Portugal voltou a estar atento a uma grande final do Festival Eurovisão da Canção (ESC), e os resultados do dia de ontem são a prova disso. Uma média de 1 milhão e 29 mil espectadores esteve a acompanhar as cerca de quatro horas de emissão, fazendo com que fosse o programa mais visto deste sábado, com 24,9% de share. A RTP foi ainda a vencedora das audiências de ontem, ficando à frente das privadas, com 14,5% de share total diário.

A emissora portuguesa somou assim uma liderança destacada, com 10.9 de audiência média. Durante a atuação de MARO, pelas 20H25, a RTP tinha mais de 1 milhão e 30 mil telespectadores sintonizados. Durante a noite, a estação pública ficou sempre acima dos 20% de share, chegando a bater nos 41,2% pelas 23H54, altura em que o vencedor estava a ser definido. Nessa fase, mais de 1 milhão e 137 mil espectadores estava a acompanhar a Eurovisão. Nesse momento, a SIC registava 7% de share e a TVI, 5.6%.

Já em 2021, com Portugal também apurado para a final do ESC, a RTP conquistou o primeiro lugar das audiências, com um valor também superior ao milhão de telespectadores, e share de 26%.

Fonte: Zapping/ Imagem: Eurovision.tv

© all rights reserved